Category: Usabilidade

Usabilidade do site do INSS

Para mim, não há nada mais frustrante na WEB do que acessar o site do INSS. Há tanta falta de informação e tanta falta de cuidado. Na verdade, esse site possui inúmeros exemplos do pior que pode haver na WEB.

Vou mostrar alguns exemplos de descuido:

Imagine que você queira saber se seu empregador tem depositado suas contribuições. Olhando a página principal você descobre que é o link “Extrato previdenciário”. Bem, é mais advinhar, pois não há nada no site que explique cada termo. Imagino que um site dessa natureza e importância deveria conter um dicionário de termos.

(De)serviço ao cidadão

Está longe ainda de conseguirmos certas coisas anunciadas via internet. Quem já passeou pelo site do INSS sabe disso. É complicado achar alguma coisa. Quando se acha, entender o que está escrito e onde se tem de clicar é outro quebra-cabeças. Os formulários e relatórios sempre inconsistentes.

Por exemplo, em um relatório, você tem de informar sua data de nascimento assim:

01/01/1999

Já no outro:

01011999

Hoje tentei descobrir alguma coisa no site da CEF sobre meu PIS. Já tenho cadastrado o NIT, logo, era só voltar com a senha que tinha. Ledo engano, o sistema diz que não tenho senha ou que estou senil.

Caso de erro em usabilidade de shampoo

Há alguns meses quando comprava  meu shampoo habitual tive uma surpresa:  mudaram a embalagem. Na embalegem anterior, quando o shampoo estava chegando ao fim, bastava virar o frasco de cabeça para baixo e ainda dava para usar muito, pois ele é muito viscoso. Agora, algum gênio da fábrica mudou isso. Você não tem como deixar o frasco de cabeça para baixo por ele mesmo.

Acho que podemos supor algumas coisas:

  1. a fábrica vai lançar um suporte para o shampoo, aumentando sua gama de produtos;

Altura do monitor

Não há coisa que causa mais controvérsia em um escritório do que a altura que deve ficar o monitor do computador em relação ao usuário. Diferentemente do que mostra a maioria dos guias de ergonomia, muitas pessoas teimam em instalar seus monitores sobre  pilhas de livros e outros apoios para que fiquem bem alto. De onde sai isso? É difícil responder. O que eu sei é que os guias sérios de ergonomia  que tratam do tema recomendam deixar o monitor abaixo da linha de visada. Ou seja, para a maioria das pessoas, o monitor deve ficar em cima da mesa, a frente do teclado, sem nada que o eleve.

Compras pela internet: dica de segurança

Comprar pela internet tem seus atrativos. O maior deles, sem dúvida, é poder comparar preços entre várias lojas instantaneamente, usando sítios como bondfaro.com ou buscape.com.br. Outros são a variedade de produtos disponível, a possibilidade de comparar as características daqueles parecidos e também de ler a avaliação de quem já comprou, algo que ainda está demorando a “pegar” no Brasil.

Nesta parte do ano, aumentam os artigos em revistas, jornais e especialistas dando entrevistas de como fazer compras seguras. Neste aspecto dois temas são comuns: comprar de uma loja que realmente vai entregar o produto e a segurança na forma de pagamento, que geralmente é efetuado por cartão de crédito, já que este permite comprar até 12 vezes sem juros (pelo menos aparentes).

Top