Falta a base em ciência

Há assuntos que entram na moda e ficam.

Independentemente de sua natureza, no sentido de serem baseadas em verdades ou não, caem no gosto popular do politicamente correto e ficam por muito tempo circulando nas mentes.

Mas, grosso modo, quando o assunto é relacionado à ciência, o brasileiro é muito mal preparado para entender.

Vejamos o caso do automóvel elétrico. É raríssimo o tema ser tratado com alguma base científica. O sujeito vai para a televisão, seja reporter ou não, e diz que o carro elétrico elimina a poluição.

Não entro nem no caso da poluição gerada para construir e destruir um automóvel, mas apenas na questão do combustível.

A começar pela bateria. Num desses domingos, a apresentadora do Fantástico disse em alto tom: a Bolívia está assentada sobre o substituto do petróleo. Ela se referia ao lítio, componente  das baterias atuais que são usadas amplamente de celulares a automóveis. Que falta de entendimento dela e de quem preparou a reportagem, pois baterias apenas armazenam energia elétrica. Não a cria. Logo, o lítio não substitui a fonte de energia. Que erro básico!

Outro dia achei o máximo em uma revista. Mostrava que um novo submarino não polui, pois seus motores são elétricos. Ele apenas necessita de um motor diesel para carregar as baterias!? Incrível, não? Sem contar que todos são assim pelo menos desde a segunda grande guerra, com exceção dos nucleares.

Como são assim também as locomotivas diesel.

Será que queimar diesel não polui mais?

Será que não entra na cabeça das pessoas que o carro elétrico só transfere a geração da poluição para outro lugar?

A energia elétrica ainda tem de ser gerada e a maioria da geração é feita sobre o consumo de combustíveis fósseis. O exemplo do Brasil talvez seja parte de um número pequeno de casos  no mundo, onde a maior parte da geração elétrica vem das usinas hidrelétricas (85% – http://www.eia.doe.gov/cneaf/electricity/epm/epm_sum.html). Mas, haveria energia suficiente para substituir os automóveis movidos a álcool e gasolina por eletricidade? Dificilmente. Não faz muito tivemos houve apagão no Brasil só com o consumo que já temos.

Por outro lado, olhando para o mundo como um todo, vemos que 42% da geração da eletricidade vem da queima do carvão (2007 – http://www.eia.doe.gov/oiaf/ieo/pdf/0484(2010).pdf).

Logo, abastecer um automóvel com um motor elétrico significa, de um modo global, queimar carvão. A energia não se cria, ela vem de algum lugar . O que fazemos é transformá-la em eletricidade e em outras manifestações. Onde está a eliminação da poluição promovida pelo carro elétrico?

Há também aqueles que promovem a queima de hidrogênio. Quantas vezes já lemos e vimos na televisão a maravilha que é – a queima gera somente água. Mas, outra vez: de onde vem o hidrogênio? É preciso energia para produzi-lo? Mais uma vez sim. E muita. E ainda temos o problema de conseguir uma forma eficiente e segura de armazená-lo.

Por essas e outras é que vemos que temos muito de caminhar no entendimento de coisas básicas na ciência, antes mesmo de inventar automóveis não poluidores.

Posted in Geral
2 comments on “Falta a base em ciência
  1. admin says:

    Marcelo,
    raramente se lê em algum lugar que o carro “reduz” a poluição, mas que ele “elimina”. Isso é o que geralmente os jornalistas divulgam.

    Dei uma olhada na associação que você menciona.

    (http://www.evsociety.ca/why-ev.php)

    Na lista de argumentos favoráveis no portal deles, na minha humilde observação, há inconsistências.

    Por exemplo, eles não dizem o que aconteceria se todos os carros se tornassem elétricos. Mais queima do quê? A única solução seria a geração nuclear. Ou, mais queima de carvão, com emissão de arsênico e chumbo, já que a 44,9% da geração de eletricidade nos EUA é pela queima de carvão.

    The biggest advantages of an EV – at a glance:

    You can breathe easy beside an EV – no emissions!

    Perto sim, mas e onde é queimado o carvão?

    Greatly reduced greenhouse gas emissions if charged from coal-fired electrical generation–(None if charged by Wind Power, Hydro Power, or Solar PV).

    Isso de emissão de gás efeito estufa ainda é teoria. CO2 é absorvido pelas plantas que geram oxigênio e não se sabe se mais CO2 na atmosfera aumenta o calor ou se mais calor aumenta o CO2 na atmosfera.

    No engine or exhaust noise–quieter streets and neighborhoods.

    Isso é interessante. Sem barulho, um carro pode não ser notado e causar acidentes. Há carro elétrico com simulador do barulho do motor, por causa desse problema.

    Breaks the dependence on oil, foreign or otherwise.

    Será? Ou será que vão ter de importar mais diesel para gerar eletricidade? OK, pode ser que no total a eficiência de geração aumente e a queima de óleo diminua, mas imagino que aumente a queima de carvão.

    Auto maintenance is far simpler, less expensive.

    OK. Com certeza.

    80% of daily commutes in North America would be easily handled by current battery technology.

    OK.

    Announced upcoming new battery technologies extend the range to distances nearly equal to a current tank of gas, and charge nearly as fast as filling with gas.

    Ainda está para acontecer. A autonomia ainda é MUITO inferior. O que é o maior problema da aceitação do carro elétrico.

    North America already has sufficient night-time (off-peak) electrical capacity to charge millions of cars.

    Não pesquisei isso. Se é verdade, ponto positivo para o carro elétrico, mas ele ainda não elimina a poluição – transfere para outro lugar, mesmo que em menor escala.

    Tudo tem seu ponto de vista.

    Valeu.

  2. Marcelo Medeiros says:

    Mauro,

    Não de pode confundir diminução da poluição com eliminação da poluição. O uso do carro elétrico diminui sensivelmente a poluição resultante da queima de combustível, a “poluição associada com os motores de combustão interna”.Se 42 % vem da queima de carvão, o restante vem da queima de combustíveis fósseis!
    De acordo com a Electric Vehicle Association do Canadá, ou EVAC, até os carros elétricos recarregados com geradores elétricos movidos a carvão diminuem a emissão de carbono quase que pela metade!
    Portanto, mesmo na pior das situações, os carros movidos por baterias elétricas são mais limpos do que os movidos a gasolina!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*