Month: September 2011

Fumaça de carro e de ônibus

Como sabem meus amigos,
estou passando um ano no Canada. Mais especificamente em Ottawa.
Num desses dias uma coisa me chamou a atenção: os ônibus aqui não expelem aquela fumaça fedorenta e preta que os ônibus no Brasil emitem.
Eu por muito tempo usei álcool nos meus carros. Por muitos anos, praticamente o gasto com um combustível ou outro era o mesmo: o álcool custava 30% menos, mas fornecia 30% menos de autonomia. O chato era ter de abastecer mais vezes. Isso eu achava que compensava quando pela manhã ligava o carro: nada daquele cheiro horrível da gasolina queimada. Depois ficou impossível usar o álcool, que, talvez por ter seu nome trocado para etanol, aumentou muito de preço.
Quando passei a usar gasolina, comentei algumas vezes com a Rochelle, minha esposa, que achava muito ruim o cheiro da gasolina queimada. E que parecia piorar a cada dia. Não importando o posto de origem.
Mas, chegando aqui no Canadá, percebi que não se sente cheiro algum. Nem nos ônibus. Até cheguei a pensar que eles eram movidos a gás natural ou álcool, mas não, são diesel mesmo.

Top